E-commerce

Tendências de Consumo para 2018

2018 traz grandes tendências de consumo para o varejo, veja algumas tendências de consumo segundo a consultoria britânica Euromonitor.

O mundo do consumo em 2018 deve ser agitado para o varejo, seja online ou offline. Neste ano, tendências de consumo globais que se mostraram fortes devem se consolidar e espera-se, pelo menos no Brasil, que isso venham acompanhado de uma volta ao crescimento economico, além de uma eleição que deve ditar a pauta economica nos próximos anos.

Segundo a consultoria britânica Euromonitor, a principal pauta do ano de 2018 no consumo será o estilo de vida mais livre guiando o consumo, além de outras tendências globais importantes.

Menos Consumo, Mais Experiências

Principalmente no público entre 20 e 29 anos, o estilo de vida mais simples e pautado por experiências tende a crescer. Existe uma grande movimentação para um consumo mais controlado e pensado, hábitos de consumo desenfreado ou pouco saudáveis tendem a ser evitados. E isso acontecerá tanto de forma pessoal quanto de forma social, a preocupação não é só no que faz mal ou bem ao individuo, mas a sociedade como um todo.

Nesta linha, serviços como o Uber e o Airbnb que diminuem o consumo individual, devem crescer ainda mais, já que trazem facilidades e privilegiam experiências no lugar de propriedades.

Dentro desta preocupação, marcas e compras que geram impacto positivo para o mundo devem ser preferidas. Exemplo disso são os e-commerces solidários que realizam doações a cada compra, uma forma de impactar positivamente a sociedade e alinhar o consumo com pautas queridas e identificáveis.

Saiba mais sobre E-commerces Solidários entrando em contato com o Polen

Sem Sair de Casa

Consumir informações sem sair do quarto já é um hábito consolidado. Comprar produtos e serviços dessa forma é um hábito em expansão e que deve consolidar-se nos próximos anos.

Segundo a Euromonitor, 90% das pessoas das gerações X, Y e Z já possuem smartphone, o que os torna capaz de comprar e consumir com grande facilidade e rapidez. No caso da geração Y (nascidos no início da década de 1980 até meados da década de 1990), 55% deles já compram por meio do mobile commerce. O que mostrar que os varejistas devem estar adaptados com sites responsivos, principalmente os e-commerces.

Para as marcas, fica o desafio de atender os consumidores que preferem experimentar os produtos pessoalmente (cerca de 47%, segundo a consultoria), a grande dificuldade é satisfazer e manter o interesse destas pessoas a distância, seja através do envolvimento e experiência positiva no consumo ou com artefatos digitais como a realidade aumentada.

Veja também: Calendário 2018 para E-commerces

Mais Ação e Menos Propaganda

Na era das fake news e pós-verdade, a desconfiança cresceu. Os consumidores estão mais atentos ao que é falado pelas marcas e duvidam do que é falado nas propagandas, em um movimento que exige retóricas cada vez mais verdadeiras. É esperado que marcas vão além do discurso e provem com atitudes seu engajamento e valores.

Isso gera confiança e segundo a consultoria, 55% das gerações Y e X compram apenas de marcas que confiam. Esse sentimento alinhado com a comunicação das redes sociais gera um poder de elevar ou destruir, as empresas que de alguma forma enganarem ou prejudicarem a sociedade serão expostas publicamente.

Personalizado e Exclusivo

Outra tendência apontada pela Euromonitor é a personalização e exclusividade, um movimento que vai contra o consumo massificado. A vontade do consumidor vai além de possuir, mas participar do processo de alguma forma gerando uma personalização. Segundo o estudo, 55% dos consumidores entre 15 e 44 anos querem se diferenciar dos outros.

Aplicativos e plataformas interativas são cada vez mais importante para que os varejistas possam atender essa demanda.

Leia também: E-commerces em 2018

Tendências de Consumo

Com essas tendências, somado a movimentos como a busca por preços menores (resultado da crise econômica), recuperação do poder de consumo e a expectativa pelas eleições presidenciais em Outubro, o ano de 2018 será de grande importância para o varejo online e offline.

Veja as 10 tendências listadas pela Euromonitor aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *