Causas Visa: Análise do Programa

O Causas Visa é um programa para ajudar causas sociais, com a mecânica "1 Compra = 1 Doação"

No dia 01/12/2017 a Visa lançou no Brasil o inédito programa “Causas Visa”, com uma mecânica em que cada compra feita com cartões Visa (débito, crédito ou pré-pago) gera uma doação de um centavo para a entidade social escolhida pelo comprador.

Parte importante do programa é que a doação é feita pela Visa, sem custos adicionais na transação ou para o cliente. O potencial de doação é grande, segundo dados do Banco Central, 6 bilhões de transações financeiras foram feitas com cartões Visa em 2016, o potencial financeiro seria de R$ 60 milhões.

A Visa aponta que o objetivo do programa é conectar consumidores e entidades sociais, servindo como um canal para aqueles que desejam ajudar uma causa mas não tem recursos ou tempo suficiente para isso. Segundo a empresa, pesquisas feitas mostraram que muitas pessoas gostariam de doar para alguma instituição, mas não sabiam como fazer isso.

Para que o consumidor participe do programa é necessário possuir um cartão Visa, acessar o site Causas Visa e fazer um cadastro rápido, informando os dados do cartão e escolher uma causa ou entidade para receber as doações resultantes das suas compras.

Leia também: Amazonsmile

Lições e Vantagens

O programa Causas Visa é resultado que um fato que as marcas estão aprendendo dia após dia e que nos do Polen, tomamos como missão: doar faz sentido e além de fazer bem para o mundo, faz bem para os negócios. A ação da Visa é muito importante para passar essa mensagem ao mercado, ensinando para as mais diversas empresas que gerar impacto social positivo é essencial.

Conheça mais do E-commerce Solidário e saiba as vantagens

Para a marca os resultados positivos podem ser muitos: Valorização de sua imagem, associando-a causas sociais importantes e a instituições bem conceituadas; aumento das transações com cartões Visa, em relação a concorrentes e até em detrimento do uso do dinheiro em papel; ganho de clientes entre o público interessado nas causas selecionadas.

Somado a isso, também temos o pioneirismo como um excelente ganho para a Visa, com essa visão sendo compartilhada entre o mercado e o grande público.

Uma grande vantagem do programa é a participação do público: As doações não acontecerão sem o engajamento dos portadores do cartão, é missão deles acessar o site, fazer seu cadastro e escolher o destino da doação. Esse passo é simples, leva pouco tempo e não gera gastos financeiros, mas cria o sentimento de responsabilidade. Sendo um grande incentivo para o uso do cartão Visa, gerando uma experiência positiva em torno de cada compra com ele.

Desafios e Desvantagens

Manter o confiança do público no programa e reforçar o hábito de comprar com o cartão para doar é um grande desafio. Para isso, comunicação constante com os donos dos cartões é essencial, aliado a campanhas em mídias de massa. Também sabemos do desafio de manter as campanhas das instituições alinhadas, evitando ruídos e se prontificando a responder as dúvidas e contestações do público.

Como principal desvantagem da marca, é necessário convencer o público a dar o “primeiro passo”: apesar do cadastro ser simples, é parte do cliente entrar no site e fazê-lo. Neste caso existe um trabalho de convencimento e engajamento. O caminho para isso é manter o público informado das doações obtidas com campanhas constantes e as ONGs envolvidas na missão de conseguir novos apoiadores.

 

A campanha Causas Visa tem tudo para ser um grande sucesso, segue uma tendência de mercado importante e a demanda do público. Esse resultado será medido pelo número de cadastro e volume de doações, o que responderá sobre o prosseguimento do programa ou não.

De qualquer forma, o impacto tende a ser positivo para a marca Visa. Além de ajudar a disseminar a importância do impacto social entre as empresas brasileiras de diversos segmento, tornando a mecânica 1 Compra = 1 Doação ainda mais forte e presente. Esse segundo aspecto é um legado positivo que a Visa cria com seu programa para toda a sociedade.

Leia também: Semana Mundial da Visão | e-lens